Buscar
  • Filia Dei

Perseguição aos cristãos

“Se o mundo vos odeia, sabei que me odiou a Mim antes que a vós… O servo não é maior que o seu Senhor. Se me perseguiram, também vos hão de perseguir” (João 18-20).


Lá pelo segundo século d.C., Tertuliano disse para o sanguinário imperador sanguinário, Marco Aurélio, que não resolvia matar cristãos porque “o sangue dos mártires é semente de novos cristãos”. Quanto mais cristãos eram assassinados, mais romanos se convertiam.


As perseguições ocorreram em todas as épocas. O primeiro bispo aqui do Brasil, Pero Fernandes Sardinha, foi morto pelos índios e devorado. A revolução francesa matou cerca de 17.000 padres e 30.000 religiosos. O precioso sangue dos filhos de Deus foi derramado abundantemente no Japão, na China, no Vietnã, no Laos, no Cambodja, no México, em Cuba, na Espanha… em todos os continentes e, mais do que nunca, pelos comunistas, nazistas e muçulmanos radicais. O século XX sozinho fez mais mártires do que toda a história anterior da Igreja.


O momento conturbado em que vivemos demonstra que grandes perseguições terão lugar muito em breve. Roguemos ao nosso doce Senhor que redobre o dom da fé em cada um de nós.


Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o Reino dos céus. (Mateus 5:10)






8 visualizações
  • Facebook
  • Twitter

©2020 por Pérolas Católicas. Orgulhosamente criado com Wix.com